Loandalia tricuspis Hartman, 1947

 Descrição . Adultos com cerca de 57-81 setígeros; em média, o tamanho varia de 11 a 44 mm, para 1,5 mm de largura máxima. Animais vivos apresentam coloração avermelhada. Corpo semi-cilíndrico, inflado na extremidade anterior. Prostômio curto e largo, dotado de um par de palpos biarticulados; sem antenas ou cirros tentaculares. Primeiro setígero unirreme, com o lobo acicular em posição notopodial. Segmentos seguintes birremes, com os notopódios da região anterior com formato globular e pouco desenvolvidos. Notopódios dotados de acículos claros, retos e acuminados, visíveis em setígeros medianos e posteriores, acompanhados por cerdas capilares lisas e alongadas (até 4-5 por notopódio). Neuropódios com até 6 pares de cerdas barradas e dentadas, com acículos inclusos, mais proeminentes nos setígeros posteriores. Cirro ventral presente a partir do setígero 4. Pigídio variavelmente expandido (em placa) com 3 cirros anais cirriformes, dois laterais maiores e um ventral maior direcionado para baixo. Probóscide muscular evertida, cilíndrica, com duas placas musculares dorsais e longitudinais, dois grupos de glândulas pareadas situadas abaixo dos músculos dorsais; porção distal com abundantes papilas diminutas.

Fotos.

pigídio

Distribuição : Desde o norte do Golfo do México até o Rio da Prata, na plataforma Uruguai - Argentina. No Brasil é encontrado na costa sul-sudeste.

Ocorrência: Em fundos lodosos e areno – lodosos das Baías de Paranaguá e Guaratuba, entre 3 e 13 metros de profundidade. Em fundos de areia fina e areno-lodosos da plataforma, entre 20 e 51 metros de profundidade.


Mapa de distribuição
Lista das famílias