Sigalion cirriferum

Orensanz & Gianuca, 1974

 

Descrição. Coloração branco-leitosa a amarela no álcool. Prostômio com 2 pequenas antenas anteriores e 2 pares de olhos puntiformes. Palpos longos e afilados. Escamas como uma série de 6-10 pínulas ramificadas na borda externa. Brânquia a partir do 5º segmento, acompanhadas de um pequeno cirro dorsal basal em segmentos sem escamas. Parapódio com notopódios robustos, providos de cerdas capilares espinhosas ao longo de toda sua extensão. Neuropódio com cerdas distribuídas em dois feixes. Feixe supra-acicular com cerdas de dois tipos: simples, em espiga e falcígeras com haste mais ou menos espinhosa, multi-articuladas (com até 15 artículos) e bidentadas. Feixe subacicular com: a) falcígeras de haste lisa e volumosa, multi-articuladas; b) falcígeras ventrais mais delicadas, também multi-articuladas e muito longas. Presença de um estilódio digitiforme notopodial pré-cerdal e um estilódio neuropodial pós-cerdal. Em cada parapódio nas regiões mediana e posterior há 5 ctenídeos.

 

Fotos.

Vista dorsal da região anterior

Vista ventral da região anterior
Tubérculos
sem escamas

* na fotografia da vista dorsal sem escamas, o animal está fixado.

 

Distribuição. Costa sudeste e sul do Brasil (SP a RS); Uruguai; Argentina (até o Golfo San Matías).

 

Ocorrência. Em fundos de areia fina da plataforma continental, entre 20 e 30 metros de profundidade.


Mapa de distribuição
Lista das famílias