Página Inicial
O que são praias?
Ondas
  » Como se formam as ondas?
  » Ondas: alterações em águas rasas
  » Tipos de arrebentação de ondas
Marés
Correntes geradas por ondas
Perfil de praia e sua variabilidade
  » Processos de erosão e sedimentação sazonais
  » Ressacas
  » Interferências humanas ou antrópicas
Morfodinâmica de praias arenosas oceânicas
  » Modelos da escola australiana
  » Fatores de risco
O litoral do Paraná
Projeto Segurança nas Praias
  » Riscos permanentes
  » Riscos não permanentes
Características e perigos nas praias do Paraná
  » Ilha do Mel
  » Pontal do Paraná
  » Matinhos
  » Guaratuba
Dicas de Segurança
Mapas interativos
Vídeos
Fotos
Links
 
 
Os riscos permanentes são aqueles que nunca mudam de lugar e uma vez conhecidos podem ser facilmente evitados.

Obstáculos: (molhe, píer, destroço. Rocha submersa ou recife) representam um alvo contra o qual pessoas podem chocar-se e ferir-se. A ação das ondas nas proximidades destes obstáculos escava buracos e forma correntes mais fortes, em direção ao mar, tornando estas áreas ainda mais perigosas;

Desembocaduras de Rios e Lagunas: o encontro de rios e lagunas com o mar modifica ondas, correntes e também o relevo do fundo da praia, tornando-os previsíveis e perigosos, esses locais são geralmente zonas de tráfego intenso de embarcações e jet skis;

Zonas de águas profundas: no mar, a profundidade da água é sempre um perigo, pois ao perder o apoio dos pés passa-se a depender apenas da natação e fica-se muito mais exposto à ação de ondas e correntes, sendo facilmente dominado por elas.
 
 
   
   © Copyright 2005 - Centro de Estudos do Mar - UFPR
Desenvolvido por: